quarta-feira, julho 18, 2012

A Linguagem do Corpo

«A Linguagem do Corpo» surge no alinhamento do post anterior «Ser ou parecer, eis a questão!». Um olhar atento à nossa linguagem corporal revelará, em certas ocasiões, muito sobre nós mesmos. Eis o significado de alguns dos gestos e posturas mais habituais ao longo de uma conversa:


  • Segurar no copo com as duas mãos em frente do corpo: defesa contra uma conversa franca.
  • Girar a cintura e os ombros: não aceitamos a comunicação de que estamos a ser alvo.
  • De pé com as pernas afastadas: disposição para entrar em luta.
  • Espalhar os documentos sobre uma mesa de reuniões: demonstração de poder sem concessões.
  • Encaixar os dedos das mãos, como um 'teto': gesto de defesa.
  • Dirigir esse 'teto' para a outra pessoa: não se admite réplicas.
  • Agitar as mãos violentamente: cuidado, pode agredir.
  • A pessoa sentada à direita do chefe numa mesa de reuniões: a segunda pessoa mais importante. Atencão, muita gente tende a desprezar este elemento fundamental na mesa de negócios.
  • O empregado que se senta precisamente diante do chefe numa mesa redonda: ameaça de confrontação.
  • Os negociadores sentam-se um em cada extremo de uma mesa retangular: ameaça de confronto.
  • Os negociadores sentem-se frente a frente, de cada um dos lados de uma mesa retangular: guerra de poder, embora sem inimizade.
  • Os negociadores sentam-se um ao lado do outro: clima construtivo.